Toxoplasmose Goiânia, Goiás

Informações sobre Toxoplasmose em Goiânia. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento de Toxoplasmose e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Goiânia.

Clínica Médica Goiana
(62) 3229-4168
Rua 20 1095 qd 60 lt 123
Goiânia, Goiás
 
Clínica San Rafael
(62) 3229-0317
Rua 29 A 289
Goiânia, Goiás
 
Clínica Multimed
(62) 3235-7200
Rua 3 1035
Goiânia, Goiás
 
Clínica Gênesis
(62) 3212-6040
Rua 3 A 41 qd 15A lt 7A
Goiânia, Goiás
 
Clínica Carlos Chagas
(62) 3225-5373
Rua 10, 408
Goiânia, Goiás
 
La Femme Medicina e Estética
(62) 3241-3030
Rua 1123, 359 Quase Esq Cel Joaquim Bastos
Goiânia, Goiás
 
Policlínica Samaritano
(62) 3233-7268
Rua 220 93 lt 3
Goiânia, Goiás
 
Breno Álvares de Faria Pereira
(62) 3541-4927
Rua 61 450 qd B10 lt 17
Goiânia, Goiás
 
Iineuro
(62) 3251-9191
Avenida T 15 106
Goiânia, Goiás
 
Policlínica de Goiânia
(62) 3945-4181
Avenida B 45
Goiânia, Goiás
 

Toxoplasmose

A toxoplasmose é uma enfermidade provocada pelo protozoário Toxoplasma gondii, que prolifera em diversos animais domésticos, como cachorros, gatos, aves, animais silvestres e também em suínos, caprinos, bovinos e outros animais produtores. Nos gatos e demais felinos estes parasitas hospedam-se definitivamente, pois neles encontram o ambiente propício para sua reprodução sexuada, bem como para a produção e eliminação de seus ovos, justamente nas fezes.É muito difícil, porém, o gato doméstico adquirir esse protozoário, pois geralmente ele é contaminado ao comer os cistos que se encontram nos tecidos de animais como os suínos, caprinos e bovinos. Como os bichinhos de estimação se alimentam normalmente de ração industrializada, é muito raro ele se infectar com o Toxoplasma gondii. Mesmo quando ele contrai esse parasita, não é o mero contato com o gato que provoca a doença, e sim a exposição ao solo contagiado pelo protozoário, que nele foi depositado juntamente com as fezes. Os animais que comerem esses excrementos também serão infectados.Não há um lugar determinado no planeta para a proliferação desta doença, pois ela é disseminada mundialmente, com probabilidades de atingir uma ampla faixa de animais em todo o mundo. Nos seres humanos com uma boa saúde e uma imunidade equilibrada, ela pode não causar sintoma algum, permanecendo apenas latente em cerca de 80 a 90% dos casos. Quando, porém, os mecanismos de defesa imunológica forem reduzidos, por qualquer motivo, a toxoplasmose fatalmente se expressará. Há o risco também da mulher transmitir essa infecção para o feto, durante a gestação, mas excetuando este exemplo, não há passagem do parasita de um indivíduo para outro. A toxoplasmose pode igualmente ser transmitida no consumo de carne crua ou mal-passada, especialmente dos animais de risco, ou por meio de água contaminada e saladas que não são bem lavadas.O diagnóstico da toxoplasmose é realizado através de exames clínicos e laboratoriais – de sangue, no qual tenta-se encontrar determinadas imunoglobinas. Nas pessoas com a imunidade normal, os que apresentam sintomas geralmente os limitam ao aparecimento de gânglios linfáticos em relevo – as ínguas -, que podem se manifestar em qualquer parte orgânica que abrigue gânglios – axilas, pescoço, etc. Eles são facilmente localizados por um toque nestas regiões e não provocam dor, desaparecendo sozinhos com o tempo.Alguns indivíduos, porém, podem revelar febre, dores no corpo, fadiga, dores de cabeça e mutações visuais, quando a retina é afetada, dores na garganta, alergia disseminada pelo corpo, urticária e inchaço do baço e do fígado. Gânglios podem se manifestar no campo abdominal, provocando dores intensas, mas geralmente são eliminados naturalmente. Os sinais da doença podem levar de cinco a trinta dias para se manifestar. Nos pacientes com a imunidade muito debilitada – AIDS e Câncer -, esta enfermidade se expressa gravemente, com lesões no sistema nervoso, nos pulmões, no coração e na retina. Podem ocorrer também, nestes casos, danos cerebrais, expressos através de dores de cabeça, febre, sono, debilitação generalizada das forças, culminando muitas vezes no estado de coma e até mesmo na morte, se este quadro não for tratado a tempo.A prevenção mais eficaz da toxoplasmose é á higiene – prestar muita atenção no cozimento de carnes, lavar mais detidamente as verduras, frutas e legumes, bem como evitar a exposição ao solo contaminado com as fezes que contêm os ovos dos parasitas. Quanto ao tratamento, ele só é recomendado em pacientes com órgãos como o coração e a retina afetados e igualmente durante a gestação. Nos casos de AIDS, deve-se obrigatoriamente seguir um tratamento contínuo, para que a doença não evolua.Doenças causadas por Protozoários