Síndrome do Túnel do Tarso Rio Largo AL

Informações sobre Síndrome do Túnel do Tarso em Rio Largo. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Síndrome do Túnel do Tarso e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Rio Largo.

Climepsi
(82) 3326-1625
Rua Doutor José de Castro Azevedo 154
Maceió, Alagoas
 
Med Plus
(82) 3241-5920
Rua Manoel Gonçalves Ferreira 99
Maceió, Alagoas
 
Ivanildo Geraldo Melo de Holanda
(82) 3355-4228
Avenida Pilar 466
Maceió, Alagoas
 
Previne
(82) 3202-6226
Avenida Santa Rita de Cássia, 62
Maceió, Alagoas
 
Maria Elza Santos Azevedo
(82) 3325-8782
Rua Cônego Machado 792
Maceió, Alagoas
 
Unissanta
(82) 3336-7341
Praça São Vicente 27
Maceió, Alagoas
 
Centro Clínico Tabuleiro Novo
(82) 3334-1647
Avenida Doutor Júlio César Mendonça Uchôa 35 qd 6
Maceió, Alagoas
 
Alerta Médico
(82) 3327-3333
Rua Doutor Pompeu de Miranda Sarmento 190
Maceió, Alagoas
 
Cendor
(82) 2126-0740
Rua Doutor José Afonso de Melo 68 s 413
Maceió, Alagoas
 
Centro de Colposcopia e Citologia
(82) 3327-1155
Rua Jangadeiros Alagoanos 749
Maceió, Alagoas
 

Síndrome do Túnel do Tarso

A síndrome do túnel do tarso, também chamada de síndrome do túnel tarsal, ou ainda compressão do nervo tibial do tornozelo, consiste em um doloroso transtorno que acomete o pé, caracterizada pela compressão do nervo tibial em seu caminho pelo túnel tarsal.Esta síndrome é decorrente de situações que levam a um aumento de pressão no interior do túnel do tarso, como em casos de inflamação ou aumento dos tecidos moles ao redor do nervo tibial, como nos casos de sequelas de fraturas, cistos sinoviais, tumores, varizes e inchaço decorrente do diabetes.Clinicamente, os pacientes apresentam dor na sola do pé, comumente descrevendo-a como uma sensação de queimação ou de formigamento. Pode haver a intensificação dos sintomas durante a prática de exercícios físicos, quando em pé ou por andar por longo período de tempo. Os sintomas ficam mais brandos quando em repouso. Caso o quadro se agrave, pode haver fraqueza e atrofia do pé.O diagnóstico comumente é alcançado por meio do historio clínico e exame físico. Neste último, é possível perceber o sinal de Tinel positivo, que é uma sensação de choque ou formigamento que se estende por todo o pé, quando se pressiona o nervo no ponto de maior compressão. Exames imagiológicos podem apontar lesões osteoarticulares, juntamente com a eletroneuromiografia, que pode apontar a diminuição da velocidade de condução sensitiva através do tornozelo, confirmando o diagnóstico.O tratamento pode ser conservador ou cirúrgico, dependendo do quadro apresentado pelo paciente. No primeiro caso, pode ser recomendado o uso de anti-inflamatórios e repouso. Em casos de pacientes com pronação, podem ser utilizadas palmilhas ortopédicas. Fisioterapia também pode ser útil no tratamento desta síndrome. Além disso, injeção de cortisona pode auxiliar no alívio temporário dos sintomas. Caso o tratamento não cirúrgico não resolva o problema, deve-se partir para a cirurgia. Este procedimento visa liberar o retináculo flexor.Fontes:http://www.ceo-ortopedia.com.br/sindrome_tunel_tarso.pdfhttp://www.wgate.com.br/conteudo/medicinaesaude/fisioterapia/reumato/tarso1.htmhttp://www.nervus.com.br/o-que-tratamos/compressao-do-nervo-tibial-no-tornozelo-sindrome-do-tunel-do-tarso/