Síndrome do Seio Carotídeo Rio Largo AL

Informações sobre Síndrome do Seio Carotídeo em Rio Largo. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Síndrome do Seio Carotídeo e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Rio Largo.

Clínica Infantil Amai
(82) 3326-3454
Avenida Durval de Góes Monteiro, 3573
Maceió, Alagoas
 
Instituto da Mama de Alagoas
(82) 2121-2900
Engenheiro Mário de Gusmão, 603 - Pta Verde
Maceió, Alagoas
 
Clínica Santa Juliana
(82) 2123-3733
Rua Professor Virgínio de Campos 451
Maceió, Alagoas
 
Clínica de Anestesiologia de Maceió
(82) 3326-7488
Rua Dias Cabral 384
Maceió, Alagoas
 
Patrícia Cecília Dias Prutchansky
(82) 3327-6312
Rua Deputado Elizeu Teixeira 488
Maceió, Alagoas
 
Infecto Clínica
(82) 3336-5385
Rua Santa Cruz 31 s 11
Maceió, Alagoas
 
Med Clinge
(82) 3321-5239
Avenida Governador Lamenha Filho, 705
Maceió, Alagoas
 
Alfred M Leahy
(82) 3221-3306
Rua Santa Cruz 31
Maceió, Alagoas
 
Núcleo de Expansão da Consciência
(82) 3032-4052
Rua Professor Sandoval Arroxelas 357
Maceió, Alagoas
 
Smile Atendimento Clínico
(82) 3241-1831
Rua Teófilo Barros 91
Maceió, Alagoas
 

Síndrome do Seio Carotídeo

O seio carotídeo consiste em uma estrutura situada na região cervical, que tem como função o controle dos batimentos cardíacos e da pressão arterial.A síndrome do seio carotídeo, também denominada hipersensibilidade do seio carotídeo, trata-se de uma rara desordem que leva à diminuição dos batimentos cardíacos e da pressão arterial, devido a movimentos bruscos do pescoço ou compressão da região em questão.Neste transtorno ocorre um bloqueio completo dos batimentos cardíacos que nascem no marcapasso cardíaco natural, ou somente uma diminuição da quantidade de batimentos por minuto (bradicardia sinusal).São diversas as causas desta síndrome. Sabe-se que indivíduos do sexo masculino são mais propensos a desenvolver este transtorno. Também pode estar ligado à idade, sendo que as chances aumentam à medida que o indivíduo envelhece. Desordens cardíacas também podem deixar o paciente mais susceptível a desenvolver síndrome do seio carotídeo. Outras causas envolvem tumores na região cervical e/ou cranial, hipertensão e uso de determinados medicamentos, como beta-bloqueadores e metildopa.As manifestações clínicas incluem:Tonturas frequentes;Hipotensão;Perda do tônus muscular, em muitos casos, devido à diminuição da frequência cardíaca, fazendo com que o sangue demora mais para alcançar à musculatura;Exagerada cicatrização na região cervical, em decorrência de um trauma ou desenvolvimento de tumores ou fibrose na região cervical;Amnésia;Bradicardia;Quedas repentinas, que podem resultar em ferimentos ou lesões;Acidente vascular cerebral;Morte súbita.Contudo, existem casos em que os pacientes são assintomáticos.O diagnóstico pode ser alcançado por meio de técnicas de massagem aplicadas na região cervical por um médico, juntamente com o monitoramento de uma possível queda de pressão arterial. A possibilidade de parada cardíaca também deve ser monitorada.O tratamento envolve medicamentos e cirurgia. No primeiro caso são utilizados fármacos anticoagulantes com o intuito de prevenir a coagulação e espessamento do sangue. Já no segundo caso, pode ser indicada a implantação de um marcapasso definitivo.Fontes:http://en.wikipedia.org/wiki/Carotid_sinushttp://portaldocoracao.uol.com.br/doencas-de-a-a-z/sindrome-do-seio-carotideo-hipersensibilidade-do-seio-carotideohttp://www.hcorcuritiba.com.br/materias.php?c=dieta&e=1467