Mau Hálito São Paulo, São Paulo

Especialistas em mau hálito em São Paulo. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Fábio Curci
(11) 2914-2934
Avenida Nazaré 1646
São Paulo, São Paulo
 
Ariel Luiz Fumelli Monti
(11) 3885-0067
Rua Batataes 390
São Paulo, São Paulo
 
Maria L Parisotto
(11) 3129-8145
Rua Mato Grosso 306
São Paulo, São Paulo
 
Clínica Odontológica
(11) 3051-6868
Praça Oswaldo Cruz 47 cj 83
São Paulo, São Paulo
 
Elizabeth M A Espinela
(11) 2256-7664
Rua Conselheiro Moreira de Barros 2847
São Paulo, São Paulo
 
Carla B Fernandes
(11) 2242-8299
Rua Costa Brito 2
São Paulo, São Paulo
 
Sandra Pereira
(11) 2941-6680
Avenida Conselheiro Carrão 1795
São Paulo, São Paulo
 
Clinica Odontologica Oral Um
(11) 2297-4707
Rua Tenente Luís Fernando Lobo 130 - 7 s 71
São Paulo, São Paulo
 
Carlos Eduardo Almeida Barros
(11) 5562-2073
Rua Horácio Alves da Costa 23 s A
São Paulo, São Paulo
 
Clínica Sílvia Chedid
(11) 3045-4339
Rua do Rocio 423 - 4 cj 406
São Paulo, São Paulo
 

Mau Hálito

Considerações
Sinônimos: Halitose; bafo
Algumas doenças produzem hálito com odores específicos e característicos.

O mau hálito relacionado a uma higiene bucal precária é o mais comum e é provocado pela liberação de compostos de enxofre pelas bactérias na boca.

Pode haver um cheiro de fruta quando o corpo tenta se livrar do excesso de acetona pela respiração. Isso é um sinal de cetoacidose, que pode ocorrer no diabetes. É uma situação de risco de vida potencial.

Poderá ocorrer hálito com odor de fezes quando houver vômitos prolongados, principalmente em caso de obstrução intestinal. Também poderá ocorrer mau hálito temporariamente se for colocado um tubo pelo nariz ou pela boca de uma pessoa para drenar o conteúdo do estômago (tubo nasogástrico).

O hálito também pode ter um cheiro similar ao da amônia (também descrito como semelhante à urina ou ao peixe) em pessoas com insuficiência renal crônica.

Causas
Se um hálito anteriormente normal sofrer alterações, as causas podem ser:

Abscesso dentário
Alcoolismo
Cáries
Dentaduras
Drogas -Paraldeído
Triantereno e anestésicos inalados
Insulina, injeção
Alimentos e bebidas consumidos (como repolho, alho, cebola crua ou café)
Corpo estranho no nariz (geralmente em crianças) -Geralmente (mas nem sempre) há uma secreção branca, amarelada ou com sangue em uma narina
Doenças das gengivas (gengivite, gengivoestomatite)
Dente incluso
Infecção pulmonar
Higiene dental precária
Sinusite
Infecção de garganta
Tabagismo
Suplementos vitamínicos (especialmente em altas doses)
Doenças que podem estar associadas ao mau hálito, não apresentadas em ordem de probabilidade (algumas são extremamente raras):

Gengivite ulcerativa necrosante aguda
Mucosite ulcerativa necrosante aguda
Insuficiência renal aguda
Obstrução intestinal (pode produzir hálito com cheiro de fezes)
Bronquiectasia
Insuficiência renal crônica (pode produzir hálito com cheiro de amônia)
Diabetes (odor químico doce ou de frutas com cetoacidose)
Câncer esofágico
Carcinoma gástrico
Fístula gastrojejunocólica (hálito de fruta)
Encefalopatia hepática
Cetoacidose diabética
Abscesso pulmonar
Rinite atrófica
Doença periodontal
Faringite
Divertículo
de Zenker

O que é Mau hálito?
O hálito é o cheiro do ar que você expira pela boca. O hálito indesejável, característico ou repulsivo é geralmente chamado de mau hálito.

Cuidados em casa
Mantenha uma higiene bucal adequada (principalmente o uso de fio dental) e lembre-se de que os líquidos antissépticos bucais não são eficazes para tratar o problema subjacente.

A salsa fresca ou hortelã forte podem ser eficazes no combate ao mau hálito temporário. Evite fumar. Caso contrário, siga a terapia prescrita para tratar a causa subjacente.

Mais sobre Mau hálito
O mau hálito persistir e não houver uma causa óbvia (como fumar ou comer alimentos que provocam mau cheiro).
Se tiver mau hálito e sinais de alguma infecção respiratória como febre, tosse ou dor facial com secreção nasal

Na consulta médica
O médico fará um histórico e um exame físico.

Ele poderá fazer as seguintes perguntas de anamnese:

O hálito tem um cheiro específico?
Tem cheiro de peixe?
O hálito tem cheiro de amônia ou urina?
Tem cheiro de fruta ou um cheiro químico e doce?
Tem cheiro de fezes?
Tem cheiro de álcool?
Você comeu recentemente alguma comida picante, repolho, alho ou outras comidas com odores?
Você toma suplementos vitamínicos?
Você fuma?
Uma boa higiene oral melhora o cheiro?
Que medidas caseiras você experimentou? Elas são eficazes?
Teve recentemente dor de garganta, infecção dos seios nasais, abscesso dentário ou outra doença?
Que outros sintomas você apresenta?
O exame físico incluirá um exame detalhado da boca e do nariz. Poderá ser feita uma cultura da garganta, se você tiver dor de garganta ou lesões na boca.

Em casos raros, os exames de diagnóstico que poderão ser realizados incluem:

Exames de sangue para detectar diabetes ou insuficiência renal
Endoscopia (EGD)
Raio X do abdome
Raio X do tórax
Podem ser receitados antibióticos para algumas doenças. Se houver um objeto no nariz, o médico usará um instrumento para removê-lo.