Lagoftalmo Amélia Rodrigues BA

Informações sobre Lagoftalmo em Amélia Rodrigues. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento do Lagoftalmo e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Amélia Rodrigues.

Clínica Médica Maria Quitéria
(75) 3623-5182
Avenida Maria Quitéria 1752
Feira de Santana, Bahia
 
Centro Médico Sawaya
(75) 3623-3977
Avenida Sampaio 1120
Feira de Santana, Bahia
 
Ima - Instituto de Mastologia
(75) 3625-0762
Avenida Maria Quitéria 1905
Feira de Santana, Bahia
 
Assist Clínica Integrada de Saúde Oral
(75) 3223-7411
Rua Barão do Rio Branco 1483
Feira de Santana, Bahia
 
Banco de Leite Humano
(75) 3221-0353
Avenida Eduardo Fróes da Mota
Feira de Santana, Bahia
 
Serviço de Endoscopia
(75) 3622-4517
Rua Juracy Magalhães 577
Feira de Santana, Bahia
 
Centro Medico Nossa Senhora dos Remedios
(75) 3321-7100
Rua dos Remédios 25
Feira de Santana, Bahia
 
Amigo - Assistência Médica Infantil Ginecologia e Obstetríci
(75) 2101-2626
Rua Juracy Magalhães 782
Feira de Santana, Bahia
 
Hto Hospital de Traumato e Ortopedia Ltda
(75) 3211-9652
Rua Governador Juracy Magalhães 606
Feira de Santana, Bahia
 
Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santana
(75) 3223-6682
Rua Germiniano Costa
Feira de Santana, Bahia
 

Lagoftalmo

O lagoftalmo trata-se da incapacidade de fechar os olhos. É ocasionada por algum problema que esteja afetando o músculo orbicular, levando à impossibilidade de oclusão da fenda palpebral.Pode ter origem neural ou cicatricial, sendo o primeiro muito mais comum do que o segundo. O lagoftalmo paralítico (origem neural) é causado por paresias ou paralisias do nervo VII. No caso do laringoftalmo paralítico isolado, ou seja, que atinge apenas o nervo orbicular é comumente observado em pacientes com Hanseníase. Já no caso do lagoftalmo cicatricial, são os processos restritivos que impedem a descida da pálpebra superior.O caso mais comum é quando há a paralisia facial periférica, na qual a oclusão ocular pode ficar completamente impossibilitada, dependendo do grau da hipofusão do orbicular. Nessa situação, o que vai balizar a severidade do quadro é a interação entre o grau de deficiência do orbicular e a intensidade do fenômeno de Bell, que consiste na rotação superior dos olhos durante a oclusão da fenda palpebral, podendo surgir desde epífora até úlcera corneana e amaurose.O tratamento inicial é feito por meio da lubrificação ocular, indução da oclusão da fenda palpebral através de procedimentos cirúrgicos, uso de câmara úmida e uso de técnicas que aumentem a umidade ambiental. Os procedimentos cirúrgicos envolvem tarsorrafias mediais e laterais. Todavia, nenhuma dessas técnicas leva ao resultado desejado, obstruindo a visão periférica, não levando à proteção adequada da córnea, além de ocasionar intensas distorções anatômicas da fenda palpebral.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Lagoftalmohttp://www.medicinageriatrica.com.br/tag/lagoftalmo/http://www.scielo.br/pdf/rbof/v68n1/06.pdf