Hipotensão ortostática idiopática Araranguá SC

Informações sobre Hipotensão ortostática idiopática em Araranguá. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento de Hipotensão ortostática idiopática e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Araranguá.

Clínica Ceretta
(48) 3524-0042
Praça Hercilio Luz 678 s 1
Araranguá, Santa Catarina
 
Cimel Saúde
(48) 3537-1717
Rua Alberto Burigo 120
Meleiro, Santa Catarina
 
Fisiolis
(48) 3533-1822
Avenida Nereu Ramos 1263
Sombrio, Santa Catarina
 
Clínica Parapsicologia Professor Antônio Uliano
(48) 3433-4835
Rua Celestina Zilli Rovaris 70
Criciúma, Santa Catarina
 
Clínica Médica Mulher e Filho
(48) 3433-7314
Rua São Marcelino Champagnat 33
Criciúma, Santa Catarina
 
Stefanio Nápoli Oliveira
(48) 3524-4770
Rua Caetano Lummertz 456 s 109
Araranguá, Santa Catarina
 
Gilson C N Silva
(48) 3533-3657
Rua Santo Antônio 153
Sombrio, Santa Catarina
 
Centro Clínico Sombrio
(48) 3533-0144
Rua Padre João Reitz 462
Sombrio, Santa Catarina
 
Centro da Mama
(48) 3433-0406
Rua Coronel Pedro Benedet 505 s 301
Criciúma, Santa Catarina
 
Luiz Fernando Vaz
(48) 3432-4292
Rua Vitória 1176
Içara, Santa Catarina
 

Hipotensão ortostática idiopática

A síndrome de Bradbury-Eggleston, também denominada hipotensão ortostática idiopática ou falência autonômica pura, consiste em uma queda de pressão abrupta quando um indivíduo assume uma posição ereta muito rapidamente.Habitualmente surge durante a meia-idade ou mais tarde, sendo os homens mais afetados do que as mulheres.Dentre as causas desta síndrome estão:Hipovolemia (redução do volume sanguíneo corpóreo);Utilização demasiada de diuréticos, vasodilatadores ou outros fármacos;Desidratação;Repouso prolongado.Esta condição pode estar associada a diferentes patologias, como a doença de Addison, aterosclerose, diabetes, e algumas desordens neurológicas, abrangendo a síndrome de Shy-Drager e outras disautonomias.As manifestações clínicas mais comuns incluem hipotensão, tonturas, desmaios, alterações visuais e dor de garganta. Menos comumente, os pacientes podem apresentar dor torácica, fadiga e disfunção sexual. Os sintomas podem agravar-se quando em posição ortostática (em pé), melhorando ao deitar-se.Nos casos da síndrome em questão ser causada por uma hipovolemia resultante do uso de fármacos, a mesma pode ser revertida por meio do ajuste da dose ou suspensão da droga. Quando a causa é o repouso prolongado, a condição pode ser melhorada sentando o paciente com maior frequência durante o dia. Em alguns casos, comprimir os membros inferiores com meias de compressão pode ser útil. Além disso, ingerir mais água diariamente pode auxiliar no alívio dos sintomas, pois esse ato ajuda a elevar a pressão sanguínea.O prognóstico fica na dependência da causa subjacente da síndrome.Fontes:http://en.wikipedia.org/wiki/Pure_autonomic_failurehttp://www.rightdiagnosis.com/medical/bradbury_eggleston_syndrome.htmhttp://www.neurologycolorado.com/orthostatic_hypotension.htm