Granuloma Piogênico Benjamin Constant AM

Informações sobre Granuloma Piogênico em Benjamin Constant. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Granuloma Piogênico e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Benjamin Constant.

Clínica da Amizade
(97) 3412-2645
Avenida Amizade 33
Tabatinga, Amazonas
 
Hospital de Guarnição de Tabatinga
(97) 3412-2403
Avenida Amizade 894
Tabatinga, Amazonas
 
Hospital Militar de Tabatinga
(97) 3412-2403
Avenida Amizade 887
Tabatinga, Amazonas
 
Unidade Mista de Benjamin Constant
(97) 3415-6240
Rua 13 de Maio 1142
Benjamin Constant, Amazonas
 
Clínica Médica de Itacoatiara
(92) 3521-1088
Bc Doutor Luzardo Ferreira de Melo 3092
Itacoatiara, Amazonas
 
Clínica São José
(16) 3385-1153
Rua Ângelo Marquesi 88
Tabatinga, São Paulo
 
Santa Casa de Misericordia Sao Miguel
(16) 3385-1617
Rua Catanduva 206
Tabatinga, São Paulo
 
Hospital Unidade Mista de Benjamin Constant
(97) 3415-6240
Rua 13 de Maio 1496
Benjamin Constant, Amazonas
 
Medical Norte Clin Med Labor
(92) 3644-5426
Avenida Autaz Mirim 5821
Manaus, Amazonas
 
Centro Especializado de Ortopedia e Ginecologia
(92) 3236-9560
Rua 6 218
Manaus, Amazonas
 

Granuloma Piogênico

O granuloma piogênico, popularmente conhecido como “carne esponjosa”, é uma proliferação de vasos sanguíneos que causa uma lesão tumoral secundária a um traumatismo. Apresenta tamanho proporcionalmente relacionado ao seu tempo de evolução, com superfície ulcerada.O canto das unhas é o local mais comumente afetado. Esta lesão é causada por traumatismos (como, por exemplo, alicate de manicure) ou infecção bacteriana. Pode afetar também a cavidade oral, especialmente gengiva, embora possa ser observado nos lábios, língua, mucosas e palato.O quadro clínico observado caracteriza-se por uma lesão tumoral, avermelhada ou arroxeada, úmida, de consistência mole e que sangra com facilidade quando sofre qualquer trauma.Cresce rapidamente e o sangramento pode ser substituído pelo desenvolvimento de crostas escuras sobre a lesão. Habitualmente vem acompanhado de processo inflamatório local, com vermelhidão, inchaço e dor na periferia da lesão.O tratamento varia de acordo com o tamanho da lesão. Lesões diminutas podem ser tratadas pelo processo de cauterização química, enquanto que lesões maiores devem ser tratadas pela eletrocoagulação.Quando a unha encravada for o gatilho para o surgimento da lesão, a primeira deve ser tratada. Mesmo que de imediato o corte do canto das unhas alivie a dor, esse procedimento só agrava o quadro. O correto é deixar a unha com um formato reto, deixando as suas pontas saírem pelos cantos, por cima da pele.Fármacos, como antibióticos e antiinflamatórios, podem ser utilizados em casos de infecção secundária ou inflamação intensa. Pode ser que casos mais severos requeiram correção cirúrgica da unha encravada, juntamente com destruição da matriz da unha.Nos casos dos granulomas piogênicos orais, o tratamento é feito por meio da ressecção cirúrgica local conservativa, seguida de avaliação histopatológica.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Granuloma_piog%C3%AAnicohttp://www.dermatologia.net/novo/base/doencas/gran_piogenico.shtmlhttp://www.cro-pe.org.br/revista/v7n1/15.pdfhttp://www.podologacinthiabelo.com.br/news_detalhes.asp?codigo=30http://www.dermis.net/dermisroot/pt/27156/diagnose.htm