Florais de Bach Arraial do Cabo RJ

Florais de Bach em Arraial do Cabo. Conheça o comércio especializado desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Anísia Das Graças Silva da Cunha
(22) 2622-1007
Praça Bandeira 20
Arraial do Cabo, Rio de Janeiro
 
Camila Flores
(22) 2647-2515
Avenida Assunpção 804 lj A
Cabo Frio, Rio de Janeiro
 
Nunes Morais Flores Naturais
(21) 2482-3349
Avenida Oliveira Belo 784
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 
A Flora do Caju Limitada
(21) 2580-4779
Rua Monsenhor Manuel Gomes 350
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 
Flora Maristela Ltda
(21) 3394-2099
Avenida Cesário de Melo 4330 lj A
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 
Roma Flores Ltda
(22) 2644-4866
Avenida América Central 1800
Cabo Frio, Rio de Janeiro
 
Horto Raízes
(22) 2646-7626
Avenida Joaquim Nogueira 500 A
Cabo Frio, Rio de Janeiro
 
I Flores
(21) 2512-5922
Rua Alberto de Campos 60 ap 301
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 
Guilhermino José & Cia
(21) 3281-9382
Rua Mariz e Barros 240 lj A
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 
Floricultura São Francisco de Paula
(21) 2502-2162
Rua de Catumbi 118
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
 

Florais de Bach

Os Florais de Bach são 38 essências extraídas de flores silvestres do País de Gales, na Grã Bretanha.

Seu poder de cura foi descoberto pelo médico inglês Edward Bach(de 1926 a 1934).Atuam sobre o estado emocional e formam um sistema terapêutico, segundo o qual a doença resulta de um desequilíbrio energético que leva à enfermidade física.

Bach nasceu em Birmingham, Inglaterra, em 24 de setembro de 1886. Formou-se em Medicina em 1912. Em 1915, tornou-se bacteriologista do Hospital Universitário, onde desenvolveu os nosódios intestinais que ainda hoje são empregados pelos médicos homeopatas.

Em 1917, Bach teve uma hemorragia, foi operado de urgência e diagnosticada uma doença grave e incurável, com prognóstico de apenas 3 meses de vida. Como queria terminar suas pesquisas com os nosódios, pediu alta hospitalar, dedicou-se plenamente aos seus estudos e, recuperou-se totalmente. Esta vivência foi decisiva para que ele atribuísse grande importância aos estados emocionais na gênese e cura das doenças. Afirmou que boa saúde é harmonia, ritmo, pensar a vida de modo positivo, construtivo e feliz e a doença é pensar de modo negativo, infeliz e destrutivo.

Em 1930, resolveu abandonar o consultório e partiu para a zona rural do País de Gales em busca de novos medicamentos. Passou a percorrer os campos em busca de plantas e fixou sua atenção nas flores silvestres. Desenvolveu uma grande intuição e sensibilidade à ponto de poder sentir as vibrações de cada flor que tocava com as mãos ou com a boca, identificando desta forma seu poder de cura.

Descobriu que o orvalho e a luz solar despertam a vibração das flores e à partir daí, desenvolveu o método solar e o de ebulição que se usam até hoje para o preparo das essências florais.

As flores usadas para os remédios devem nascer espontaneamente porque a energia é mais intensa do que se forem plantadas pelo homem. Devem ficar mergulhadas em água de um riacho próximo, em um recipiente de vidro claro por algumas horas, ficando assim, a água impregnada com a energia da flor.

Bach dizia que a doença é a cristalização de uma atitude mental e que basta tratar esta atitude para que a enfermidade cesse. Deve-se tratar a personalidade do paciente e não a doença.

A enfermidade não é material e sim energética e o primeiro ato do drama da doença se passa no campo da energia. Portanto, deve-se tratar as causas e não os efeitos. A ação terapêutica para que seja eficaz, deve atuar sobre a energia. Em 5 anos, Edward Bach descobriu 38 essências florais e escreveu dois livros: "Cura-te a ti mesmo" e "Os doze curadores e outros remédios". Ele morreu em 27.11.36, em sua casa em Mount Vernon, Grã Bretanha, onde ainda hoje funciona o "Bach Centre", onde são colhidas as flores e preparadas as essências.

O remédio floral é preparado com água mineral, essência floral e conhaque como conservante. A maneira de usar varia muito de um profissional para outro. Edward Bach preconizava o uso de até 6 essências no mesmo frasco, na posologia de 4 gotas 4 vezes ao dia.

Bach classificou as 38 essências em 7 grupos de estados emocionais

Essências para os que sentem temor:

Rock Rose,
Mimulus,
Cherry Plum,
Aspen,
Red Chestnut
Incerteza:

Cerato,
Scleranthus,
Gentian,
Hornbean,
Wild Oat
Para os que não sentem suficiente interesse pelo momento presente:

Clematis,
Honeysuckle,
Wild Rose,
Olive,
White Chesnut,
Mustard,
Chestnut Bud
Para os que sentem solidão:

Water violet,
Impatiens,
Heather
Hipersensibilidade a idéias e influências:

Agrimony,
Centaury,
Walnut,
Holly
Desespero:

Larch,
Pine,
Elm,
Sweet chestnut,
Star of Bethlehem,
Willow,
Oak,
Crab Apple
Preocupação excessiva com os outros:

Chicory,
Vervain,
Vine,
Beech,
Rock Water
Rescue Remedy é o remédio para os estados emergenciais. É composto de 5 essências:

Cherry plum,
Clematis,
Impatiens,
Rock rose,
Star of Bethlehem.

É muito importante fazer o diagnóstico da patologia que aflige o paciente antes de escolher qual ou quais os florais ele necessita. Deve haver um cuidado especial em se chegar a um diagnóstico clínico e psicológico precisos, utilizando-se de todos os métodos semiológicos e de laboratório, pois quem utiliza a terapia floral de Bach não se exime de sua responsabilidade profissional.

Terapia floral de Bach para os animais:

Os animais, muitas vezes, reagem ainda mais rapidamente às flores do Dr. Bach do que os humanos. O tratamento é de curtíssima duração, quase sempre de 3 a 10 dias. Faz-se o diagnóstico do mesmo modo que no caso dos humanos, pois a meta consiste em descobrir o estado de espírito do animal.

Terapia de Bach para as plantas:
Há algum tempo sabe-se que as plantas também sofrem em conseqüência de um choque, de medo, de abatimento, de indecisão, etc. Acontecimentos como a transferência de um vaso para outro, a murchidão, ou uma queda de certa altura, serão enfrentados com maior facilidade se ministrarem remédios florais.