Doença de Paget da Mama Arapiraca, Alagoas

Informações sobre Doença de Paget da Mama em Arapiraca. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Doença de Paget da Mama e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Arapiraca.

Santa Fé Medical Center
(82) 3482-7133
Rua Esperidião Rodrigues 103
Arapiraca, Alagoas
 
Clínica Ciam
(82) 3522-2533
Avenida Pedro Leão 119
Arapiraca, Alagoas
 
Clínica de Trânsito de Arapiraca
(82) 3522-3303
Rua Teodorico Costa 120
Arapiraca, Alagoas
 
Espaço Fisio & Saúde
(82) 3529-9600
Rua Nossa Senhora de Fátima 218
Arapiraca, Alagoas
 
Vaccini Clínica de Vacinação
(82) 3522-2154
Rua Marcelino Magalhães 330
Arapiraca, Alagoas
 
Cmi Consultórios Médicos Integrados
(82) 3522-3388
Rua Fernandes Lima, 345
Arapiraca, Alagoas
 
Clínica Profª Maria Anunciada
(82) 3521-6500
Rua Monsenhor Macedo 362 c A
Arapiraca, Alagoas
 
Clínica Imagem
(82) 3521-6192
Rua São Domingos 115
Arapiraca, Alagoas
 
Otomed Alagoas
(82) 3539-1114
Rua 30 de Outubro 121
Arapiraca, Alagoas
 
José C L Silva
(82) 3530-1662
Praça Pereira Magalhães 79
Arapiraca, Alagoas
 

Doença de Paget da Mama

A doença de Paget foi descrita pela primeira vez, no ano de 1877, pelo médico Inglês Sir James Paget. Existem dois tipos dessa doença:Doença de Paget dos ossos;Doença de Paget da mama;Na doença de Paget da mama, estão presentes células malignas no epitélio glandular na papila mamária, causando lesões descamativas ou erosivas no local. Pode ou não estar relacionada com carcinoma intramamário.Esta doença é pouco comum, sendo o primeiro sinal de câncer de mama em apenas 0,5 a 4,3% de todos os casos. Quase sempre ocorre apenas em uma das mamas. Muito raramente afeta mulheres com idade inferior a 30 anos, sendo mais comum acima dos 50 anos.Geralmente, inicia-se com o surgimento de lesão eritematosa e descamativa, similares a eczema ou psoríase, em uma das papilas mamárias. Pode haver prurido ou ardência local e, em certos casos, ocorre sangramento. Ao passo que o processo evolui, pode haver inversão, espessamento, erosão ou ulceração do mamilo, e extensão da lesão à aréola. Em aproximadamente 50% dos casos há a presença de nódulo mamário palpável.Os exames recomendados para a realização do diagnóstico são a mamografia e ultra-sonografia mamária. Embora não apresentem achados específicos, são de grande importância na pesquisa de nódulos ou microcalcificações. A ressonância magnética pode elevar a sensibilidade do diagnóstico, sendo recomendada em casos de indicação cirúrgica, visando excluir a possibilidade da existência de focos ocultos carcinogênicos.O diagnóstico diferencial da lesão deve ser realizado especialmente com eczema e dermatite de contato.O diagnóstico definitivo é feito por meio da biópsia da papila mamária. Quando estão presentes nódulos palpáveis, estes devem ser biopsiados, bem como regiões suspeitas detectadas por meio de exames de imagem.O tratamento para este tipo de anomalia sempre foi a mastectomia, levando em consideração a possibilidade de existência de lesões extensas, multifocais ou multicêntricas. Os índices de cura descritos chegam próximos a 100%. Contudo, passou a ser considerada a possibilidade de ressecção segmentar da mama, precedida de radioterapia para carcinomas iniciais. Quando se escolhe o procedimento conservador, deve-se remover completamente o complexo aréolo-papilar.Fontes:http://www.copacabanarunners.net/doenca-paget.htmlhttp://mmspf.msdonline.com.br/pacientes/manual_merck/secao_05/cap_048.htmlhttp://www.projetodiretrizes.org.br/5_volume/17-DoencaPaget.pdfhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Doença_de_Paget_da_mamahttp://www.manualmerck.net/?id=74http://files.bvs.br/upload/S/1413-9979/2007/v12n4/a0004.pdfhttp://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&id=375