Conjuntivite Infecciosa Corrente PI

Informações sobre Conjuntivite Infecciosa em Corrente. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Conjuntivite Infecciosa e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Corrente.

Policlínica de Corrente
(89) 3573-1851
Avenida Desembargador Amaral 1675
Corrente, Piauí
 
Centro Médico Correntino
(89) 3573-1483
Rua Antônio Nogueira Carvalho
Corrente, Piauí
 
Consultório São Francisco de Assis
(86) 3231-1065
Avenida Noronha Almeida 2555
Teresina, Piauí
 
Clínica Santa Terezinha
(89) 3582-2914
Rua Aniceto Cavalcante
São Raimundo Nonato, Piauí
 
Classi
(86) 3221-8214
Rua Desembargador Pires de Castro 479
Teresina, Piauí
 
Climecor
(89) 3573-1123
Rua Antônio Nogueira Carvalho 1147
Corrente, Piauí
 
Hospital Estadual e Regional D
(89) 3573-1465
Rua Antônio Nogueira Carvalho
Corrente, Piauí
 
Vita Clínica
(86) 3276-0711
Rua Padre Domingos 218
Piripiri, Piauí
 
Novaclinica
(86) 3221-0259
Rua Coelho de Resende 500
Teresina, Piauí
 
Clínica Integrar
(86) 3081-7722
Rua Desembargador Pires de Castro 380
Teresina, Piauí
 

Conjuntivite Infecciosa

A conjuntivite infecciosa é causada por vírus, bactérias e fungos e é altamente contagiosa. Neste caso, o contágio ocorre por contato, sendo que facilmente disseminada em ambientes fechados com pessoas contaminadas, uso de objetos contaminados, contato direto com pessoas contaminadas ou até mesmo por meio da água da piscina contaminada. Casos de epidemias de conjuntivite são do tipo infecciosa.Comumente, a conjuntivite viral tem como agente etiológico um adenovírus, mas também pode ser causada por um enterovírus tipo 70 (conjuntivite hemorrágica) e coxsackie A4 (também conjuntivite hemorrágica). O diagnóstico é alcançado por meio do quadro clínico apresentado pelo paciente e o tratamento é baseado no uso de compressas frias, uso de vasocontritor tópico e lágrimas artificiais. O vírus é capaz de propagar-se até 14 dias após o início da sintomatologia.A conjuntivite bacteriana é caracterizada pela presença de secreção purulenta e, normalmente, tem como agente etiológico Streptococcus penumoniae, Staphylococcus aureus e Haemophilus influenzae. O tratamento consiste no uso de antibióticos tópicos de amplo espectro de ação.Existe também um tipo de conjuntivite denominada gonocócica, que possui como agente etiológico a Neisseria gonorrhoeae, que é uma bactéria transmitida através do ato sexual. Também pode ser transmitida no momento do parto, mas esta forma de transmissão é infrequente, uma vez que costuma-se administrar uma gota de nitrato de prata 1% no saco conjuntival do recém-nascido. O tratamento é feito por meio do uso de antibióticos sistêmicos e oculares.A conjuntivite de inclusão, que tem como agente etiológico a Chlamydia trachomatis sorotipo D-K, encontrada no trato genital de indivíduos adultos. Costuma afetar jovens sexualmente ativos. O tratamento consiste no uso de antibióticos, como a azitromicina ou doxiciclina.A conjuntivite fúngica raramente é observada, ocorrendo mais comumente em casos de acidentes oculares envolvendo pedaços de madeira e lentes de contato.A sintomatologia é praticamente a mesma para todos os casos de conjuntivite infecciosa. Dentre os sintomas, observa-se: olho vermelho, prurido ocular, lacrimejamento, fotossensibilidade, presença de secreção branca ou amarelada (casos de conjuntivite causada por bactéria). Também pode haver a presença de febre, amigdalite e dores pelo corpo.Leia também:Conjuntivite AlérgicaConjuntivite TóxicaFontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Conjuntivitehttp://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=4426&ReturnCatID=1776http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/conjuntivite/http://www.oftalmopediatria.com.br/texto.php?cs=2