Cisto de Baker Miguel Alves PI

Informações sobre Cisto de Baker em Miguel Alves. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento do Cisto de Baker e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Miguel Alves.

Hospital Pedro Vasconcelos
(86) 3244-1228
Avenida Desembargador Simplicio Mendes 576
Miguel Alves, Piauí
 
Fundacao Saude Assist C Neto
(98) 3473-1181
Rua Deputado Raimundo Bacelar
Coelho Neto, Maranhão
 
Hospital do Trabalhador Buritiense
(98) 3482-1158
Rua Antônio Pereira Mourão 84
Buriti, Maranhão
 
Espaço Complementar
(86) 3221-9875
Avenida Antonino Freire 1461 s 10
Teresina, Piauí
 
Policlínica Santa Maria
(86) 3249-1123
Rua Pedro II 107
São Miguel do Tapuio, Piauí
 
Hospital Presidente Medice
(98) 3474-1181
Rua Fernando Ferrari 52
Duque Bacelar, Maranhão
 
Casa de Saúde Maternidade Coelho Neto
(98) 3473-1419
Avenida Antônio Guimarães
Coelho Neto, Maranhão
 
Clínica de Atendimento Médico Leão Xiii
(86) 3213-5000
Rua 24 de Janeiro 1930
Teresina, Piauí
 
Clínica Ciep
(89) 3422-6055
Rua Monsenhor Hipólito 590
Picos, Piauí
 
Cendomed
(86) 3233-3540
Avenida Governador Gayoso Almendra 211
Teresina, Piauí
 

Cisto de Baker

O cisto de Baker, também conhecido como cisto poplíteo, é o acúmulo cístico de líquido sinovial (articular) que surge nas bainhas dos tendões e bursas (bolsas de tecido) presentes na região posterior do joelho.Normalmente, o líquido sinovial circula, entrando e saindo das bursas em todo o joelho. Entre este último e a bursa, na parte posterior do joelho, existe um sistema de válvulas que são responsáveis por controlar a quantidade de líquido sinovial que entra e sai dessas bolsas. Contudo, em certos casos, o joelho produz exacerbada quantidade de líquido sinovial (sinovite), levando ao acúmulo de líquido na bursa (o cisto).Nas crianças, este cisto aparece como uma saliência indolor atrás do joelho, ficando mais nítida quando este encontra-se estendido. Embora possa causar um ligeiro desconforto ou rigidez, normalmente é assintomático. Nos adultos, o aparecimento desse cisto provavelmente está relacionado com patologias intrarticulares do joelho (lesões nas estruturas internas do joelho, como menisco, ligamentos, cartilagem, entre outros), que levam ao aumento da produção do líquido sinovial.As manifestações clínicas geralmente estão ligadas à compressão das estruturas presentes na parte posterior do joelho, mas em determinadas situações, o cisto pode romper e desencadear um edema na panturrilha com sintomatologia semelhante a uma trombose venosa.O diagnóstico habitualmente é feito por meio de exames de imagem, como ultra-sonografia e ressonância magnética, sendo que esta última evidencia também a causa primária que levou ao cisto.O tratamento normalmente é voltado para a causa primária da sinovite, sendo que os pacientes comumente apresentam melhora após a artroscopia para tratamento das lesões intrarticulares. É comum o cisto desaparecer sozinho. Quase nunca é indicada a remoção cirúrgica do cisto de Baker, apenas quando este for muito grande ou doloroso.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Cisto_de_Bakerhttp://www.marcosbritto.com/2010/09/cisto-de-baker-no-joelho.htmlhttp://www.saudedicas.com.br/doencas/cisto-de-baker-ou-poplitea-183067http://www.medicinageriatrica.com.br/2009/01/08/estudo-de-caso-cisto-popliteo/http://fisioterapiadesportiva.blogspot.com/2010/06/cisto-de-baker.htmlhttp://www.tuasaude.com/cisto-de-baker/http://health-pictures.com/baker-cyst-picture.htm