Cirurgiões Plásticos Teresina, Piauí

Cirurgiões Plásticos em Teresina. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Geraldo de Margella Lages Rebelo
(86) 3222-3162
R Elizeu Martins 1795
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Denyberg de Oliveira Santiago
(86) 3222-2030
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 670 - S 704
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Fernando Cronemberger Miranda
(86) 3230-1032
Av Raul Lopes 1000 - Mod 10 Espaco Saude Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Edison de Araujo Vale
R Coelho de Resende 344 - N
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Raimundo Jose Martins de Sousa
R Desembargador Pires de Castro 380 - S 204 e 205 C M Dirceu Arcoverde
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Pericles Freitas Avelino
(86) 3223-4261
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Rosemberg Eulalio Leite
(86) 3223-3584
R Lisandro Nogueira 1715
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Maurilio de Miranda Nunes
(86) 3226-2306
R Felix Pacheco 2159
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Benedito Portela Barbosa
222-7543
R Eliseu Martins 1631 - Sala B
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Pericles Freitas Avelino
(86) 3223-4261
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cirurgiões Plásticos

Muitos pensam que o ofício de Cirurgião Plástico se resume a cirurgias como implante de mama, lifting de face, lipoaspiração, abdominoplastia, etc. Ou seja, cirurgias ditas estéticas. E a impressão que tenho é que este pensamento vem se fortalecendo cada vez mais na população. Mas isso será tema para um futuro post.

Sendo assim, não pude achar melhor assunto para inaugurar este humilde blog que a formação e as áreas de atuação de um Cirurgião Plástico.

A formação de um Cirurgião Plástico inclui, além dos 6 anos de Faculdade de Medicina, 2 anos de Residência Médica em Cirurgia Geral como pré-requisito para ingressar na Residência de Cirurgia Plástica, que tem a duração de 3 anos. Deste modo, um Cirurgião Plástico, para concluir sua formação, leva 11 longos anos de estudo.

Uma boa formação Médica e em Cirurgia Geral, ao contrário do que muitos podem pensar, é indispensável para a boa prática da Cirurgia Plástica. É na Faculdade de Medicina e durante a Residência em Cirurgia Geral que recebemos os alicerces para ser um bom Cirurgião Plástico, afinal, esta é a mais abrangente das especialidades cirúrgicas. A atuação do Cirurgião Plástico não se restringe apenas a um órgão ou sistema, pelo contrário, o Cirurgião Plástico opera, literalmente, da cabeça aos pés. Isto requer uma formação vasta e um profundo conhecimento da fisiologia e da anatomia de todo o corpo humano.

Na Residência de Cirurgia Plástica entramos em contato com todas às áreas de atuação de um Cirurgião Plástico. São elas:

-Cirurgia Craniomaxilofacial: Responsável pelo tratamento das deformidades do crânio e da face, sejam elas congênitas, como fissuras labiopalatais (lábio leporino), fissuras faciais raras e craniofacioestenoses (Síndromes de Apert, Pfeifer, Carpenter, Saethre-Chotzen, Doença de Crouzon), ou adquiridas, como seqüelas de trauma e tumores.

-Cirurgia Estética e Reparadora: Eu, assim como a maioria dos Cirurgiões Plásticos, não vejo uma divisão clara entre Cirurgia Estética e Cirurgia Reparadora. Afinal, uma paciente que emagreceu 100 kg após uma gastroplastia e que irá realizar uma abdominoplastia, pois seu abdome encontra-se literalmente na altura dos joelhos, submeter-se-á a uma Cirurgia Estética ou Reparadora? E uma jovem com mamas extremamente volumosas que acarretam deformidade e dores na coluna? E uma criança com orelhas em abano que sofre com o sarcasmo dos coleguinhas na escola? Por isso a Cirurgia Estética e Reparadora é indivisível. Nela são tratadas as mais diversas áreas do corpo humano, seja no sentido de construir algo ausente, reconstruir algo que foi perdido ou traumatizado, seja melhorando, tornando mais belo algo que já existe.

-Cirurgia dos Grandes Queimados: Atua no tratamento clínico e cirúrgico da vítima de queimadura durante a internação no Centro de Tratamento Intensivo, bem como após a alta hospitalar, na correção das deformidades oriundas da queimadura.

-Cirugia de Mão: Atuação na correção de deformidades congênitas e adquiridas da mão, assim como doenças como Dupuytren e Síndrome do Túnel do Carpo.

-Microcirurgia: Das áreas de atuação da Cirurgia Plástica esta é a única que exige formação complementar, com Residência em Microcirurgia com 1 ano de duração. Os conhecimentos em Microcirurgia são utilizados, por exemplo, em Cirurgias Reparadoras sofisticadas, em reimplantes de membros amputados e na correção de lesões de nervos.

Como diz o ditado, “não se pode abraçar o mundo”. Obviamente é impossível um Cirurgião Plástico atuar em todas as áreas citadas, devido à complexidade e imensidão do conhecimento. Eu, por exemplo, atuo nas áreas de Cirurgia Estética e Reparadora e de Grandes Queimados. Entretanto tenho o conhecimento para fazer o atendimento inicial e encaminhar a outros colegas Cirurgiões Plásticos, pacientes que necessitem de Cirurgia Craniomaxilofacial, Cirurgia de Mão ou Microcirurgia.