Ceratoacantoma Santa Rita, Paraíba

Informações sobre Ceratoacantoma em Santa Rita. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Ceratoacantoma e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Santa Rita.

Policlínica São Roque
(83) 3229-0400
Avenida Flávio Ribeiro Coutinho 264 ap 1
Santa Rita, Paraíba
 
Clínica Santa Rita
(83) 3229-1140
Rua Francisco Gomes de Azevedo 2
Santa Rita, Paraíba
 
Cassandra Dias Farias
(83) 3246-6069
Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho 707 s 217
João Pessoa, Paraíba
 
Aurelita Assis Formiga
(83) 3221-1075
Avenida Francisca Moura 434 s 102
João Pessoa, Paraíba
 
Consultório Médico Maurus de Holanda
(83) 3222-2574
Rua Borja Peregrino 191
João Pessoa, Paraíba
 
Josete Maurício Lopes Pontes
(83) 3229-2577
Rua Siqueira Campos 133
Santa Rita, Paraíba
 
Eitel Santiago Silveira
(83) 3232-8926
Avenida Liberdade 1596 lj 02
Bayeux, Paraíba
 
Rogério Lucena Beltrão
(83) 3221-3680
Rua Clemente Rosas 44 sl 2
João Pessoa, Paraíba
 
Luciana Cavalcante Trindade
(83) 3241-6109
Rua Borja Peregrino 191
João Pessoa, Paraíba
 
Maria da Luz Cunha P Gorenstin
(83) 3241-1994
Avenida Francisca Moura 434 s 704
João Pessoa, Paraíba
 

Ceratoacantoma

O ceratoacantoma é um tumor cutâneo benigno. É caracterizado por apresentar crescimento rápido e involução espontânea, bem como aspectos sugestivos de carcinoma espinocelular.Geralmente, afeta mais os indivíduos do sexo masculino com idade entre 40 a 50 anos, ocasionalmente acometendo crianças. O local mais comumente afetado é a face e região superior do corpo de indivíduos de pele clara, áreas que, no geral, ficam mais expostas à luz solar.Não existe um consenso quanto à etiologia dessa neoplasia, sendo que diferentes possíveis fatores são descritos, como: lesões actínicas; contato com substâncias carcinogênicas (alcatrão); traumatismo; inflamações (eczema, dermatite seborréica, psoríase); fatores genéticos; fatores hormonais, imunodepressão; relação com neoplasias malignas, especialmente do trato gastrointestinal; vírus. Aparentemente existe uma interação entre esses fatores na etiopatogenia do ceratoacantoma. Muitos autores acreditam que esse tumor tenha origem no folículo piloso. Sendo assim, a evolução do tumor seguiria o ciclo do pêlo, explicando o seu rápido crescimento inicial e sua ocasional regressão espontânea.As manifestações clínicas consistem em lesões protuberosas, de bordas lisas, cor rósea, encontrando-se uma massa crostosa no seu centro e endurecida; seu aspecto lembra um vulcão. Embora seja infreqüente, há uma forma múltipla de ceratoacantoma, que corresponde ao aparecimento de várias lesões ao mesmo tempo.Embora normalmente esse tumor regrida espontaneamente, por apresentar semelhança com o carcinoma espinocelular, e também, por poder abranger grandes áreas, recomenda-se o seu tratamento. Este, por sua vez, normalmente é cirúrgico. Pacientes que não podem ser submetidos à cirurgia, podem passar pela terapia de administração local de substâncias que bloqueiam o crescimento tumoral, resultando na sua regressão.Fontes:http://www.dermato.med.br/publicacoes/artigos/1993ceratoacantoma.htmhttp://www.dermatologia.net/novo/base/doencas/ceratoacantoma.shtmlhttp://www.denisechambarelli.com.br/ceratoacantoma.htmhttp://www.medicinageriatrica.com.br/tag/ceratoacantoma/