Câncer de bexiga Catalão GO

Informações sobre Câncer de bexiga em Catalão. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento de Câncer de bexiga e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Catalão.

Djair Ayres
R. Dr. Willian Faiad 15
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Clarimundo Matias da Silveira
(06) 4411-2211
Rua Dr. Willian Faiad 15
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Leonardo Vieira Fernandes
Dr. Willian Faiad 19
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Claudio Francisco Cabral
(62) 3243-7133
R 39 - 181 Hosp Araujo Jorge
Goiania, Goiás
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Maria Marcia de Queiroz
(62) 3212-7333
R 39 - 181 Hosp Araujo Jorge
Goiania, Goiás
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Jose Roberto de Castro Lima
(06) 4441-2211
R. Dr. Willian Faid 15
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Antonio Jacome Neto
(62) 3441-2000
R Madre Esperança Garrido 63
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Divino Ferreira
(64) 3441-2657
R Augustoetto 11
Catalao, Goiás
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Rossana de Araujo Catao Zampronha
(62) 3243-7300
R 39 - 181 Hosp Araujo Jorge
Goiania, Goiás
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Wilmar Jose Manoel
(62) 3243-7000
R 39 - 181 Hosp Araujo Jorge
Goiania, Goiás
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer de bexiga

O câncer de bexiga ocorre quando células malignas se desenvolvem no revestimento deste órgão. Esta doença atinge mais os homens do que as mulheres. É mais comum em países desenvolvidos e representa 2% de todos os tipos de cânceres.Dentre os fatores que causam este tipo de neoplasia podemos destacar as seguintes:- Consumo de tabaco: as substâncias cancerígenas contidas na fumaça do cigarro vão dos pulmões para o sangue. Os rins filtram muitas destas substâncias, depositando-as na urina para posterior excreção. Calcula-se que a bexiga de um fumante de meio maço ao dia está em contato com substâncias cancerígenas 100% do tempo.- Exposição a substâncias tóxicas (durante o trabalho) como solventes, por exemplo, que entram no organismo através de inalação.- Esquistossomose: esta infecção produz uma irritação crônica na bexiga e, assim, pode provocar câncer.Não existe uma sintomatologia específica deste tipo de câncer, mas dentre os sintomas é comum a detecção de urina no sangue, dor durante a micção e também podem ocorrer sintomas obstrutivos, culminando com a incapacidade de urinar.Para diagnosticar a doença são necessários alguns exames, tais como: exame microscópico da urina: pode detectar a presença de células anormais; a ecografia abdominal: permite avaliar a presença de um tumor de bexiga, localizá-lo, mensurá-lo e verificar se existe alguma obstrução da bexiga; Tomografia computadorizada e citoscopia (introdução de um endoscópio, através da uretra, para visualizar o tumor e colher amostras de tecido).Há quatro formas de tratamento para este tipo de câncer, são elas:- Cirurgia – consiste em extrair, através de intervenção cirúrgica, o tumor da bexiga com diferentes técnicas possíveis (ressecção transuretral, processo no qual é introduzido, através da uretra, um equipamento que permite cortar o tumor ou queimá-lo, mantendo a bexiga e a maneira natural de urinar). cistectomia segmentada, onde parte da bexiga é extraída e cistectomia radical, quando a bexiga e os tecidos, ou, em alguns casos, órgãos ao redor são extraídos ).– Radioterapia;– Quimioterapia;– Terapia intravesical (quando são introduzidas pequenas doses de quimioterápicos no interior da bexiga mediante uma sonda).