Câncer de Boca Araguaína, Tocantins

Informações sobre Câncer de Boca em Araguaína. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento de Câncer de Boca e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Araguaína.

Antonio Catini
(63) 3414-4831
R Rua José de Brito Soaresn. 1015 - Hospital das Clinicas
Araguaína, Tocantins
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Hospital São Lucas De Araguaina Ltda
(63) 8111-6676
r 13 Maio, 802 S rodoviário
Araguaína, Tocantins

Dados Divulgados por
HDT
(63) 3411-60
av José Brito Soares, 1015
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Centro Medico Popular Ltda
(63) 3415-2064
r Sadoc Correia, 561, St Central
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital e Maternidade
(63) 3411-8787
r D Orione, 100
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital Dom Orione
(63) 3411-8787
av Con João Lima Q XX, 1622 S CENTRAL
Araguaína, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital de Fraturas e Ortopédico de Araguaína
(63) 3421-2538
r Caracas Q 23, 500 lt 1 S ANHANGUERA
Araguaína, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital São Lucas
(63) 8111-6676
r Treze de Maio, 802
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital de Fraturas
(63) 3421-2538
r Caracas Q 23, 500 lt 1
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Hospital de Referencia
(63) 3421-3909
r Treze de Maio, 2083
Araguaina, Tocantins

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer de Boca

Câncer (neoplasia ou tumor maligno) é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de células anormais, que apresentam comportamento agressivo e incontrolável, determinando a formação de tumores. Elas invadem os tecidos e órgãos, podendo disseminar (metástase) para outras regiões do corpo.“Conceituar o câncer, para nós, é extrapolar para a massa tumoral as características individuais das células malignas, tão bem descritas por Silvany Filho: tem conduta biológica diferente da célula normal; perde a capacidade de viver associativamente e torna-se autônoma; escapa dos mecanismos reguladores que coordenam o organismo como um todo e descontrola-se o crescimento celular e sobrevêm uma proliferação sem propósitos” (Antônio Tommasi)As duas propriedades principais das neoplasias malignas são: a capacidade invasivo-destrutiva local e a produção de metástases (constitui o crescimento neoplásico à distância, sem continuidade e sem dependência do foco primário).Os principais fatores que interferem na produção de metástases são:Redução da adesividade entre as células;Capacidade de propagação progressiva e destruição de células normais;Capacidade das células tumorais realizarem movimentos amebóides;Tamanho e manipulação do tumor;Anestesia local para realização de biopsia;Transferência acidental;Os sintomas do câncer bucal são:Feridas na boca ou no lábio que não cicatrizam em uma semana;Ulcerações superficiais, com menos de 2 cm de diâmetro, indolores(podendo sangrar ou não);Manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na parte interna da boca;Caroços, inchaços, áreas de dormência;Sangramento sem causa conhecida e dor na garganta que não melhora;Além disso, em estágios mais avançados da doença, pode surgir dificuldade para falar, mastigar e engolir, emagrecimento, dor e caroços no pescoço.O Cirurgião Dentista exerce papel fundamental no diagnostico precoce de lesões de câncer, se o paciente for diagnosticado no inicio e tratado de maneira adequada à maioria 80% dos casos desse tipo de câncer tem cura.Entretanto, a prevenção se baseia em evitar exposição ao sol sem proteção (filtro solar e chapéu de aba larga), evitar o tabagismo e consumo exagerado de álcool (O tratamento psicológico tanto pré como pós-operatório é fundamental para acompanhar transtornos psicológicos, sequelas cirúrgicas ou alcoólatras), manter uma boa higiene da boca, manter os dentes tratados e visitar o dentista ao menos uma vez por ano e uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes.As Pessoas com maior risco para o câncer bucal (Homens com 40 anos, com dentes fraturados, fumantes, que bebem álcool e que usam próteses mal ajustadas) devem fazer anualmente o exame clínico com médicos ou dentistas treinados.Fontes:NEVILLE, Brad W. Patologia oral e maxilofacial. 2 ed.TOMMASI, Antonio F. Diagnóstico em patologia bucal. 3 ed.BORAKS, Silvio. Diagnóstico bucal.