Beriliose Andradas MG

Informações sobre Beriliose em Andradas. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Beriliose e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Andradas.

Sebastiao Jose Rodrigues
(19) 622-3044
Rua Carolina Malheiros 264
Sao Joao Da Boa Vista, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Leda Cristina Patrezi Modesto
(35) 3722-2340
Rua Barros Cobra 305 - Sala 62 / 6 Andar
Pocos de Caldas, Minas Gerais
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Marcio Luis de Souza Alves
(35) 3712-3000
Rua Paraiba 672
Pocos de Caldas, Minas Gerais
Especialidade
Medicina de Urgência

Dados Divulgados por
Pedro Paulo Salgado Veiga
210-5634
Av Afonso Pena 2436
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Nassir Jose Jabour Khoury
(32) 3211-8107
Av Rio Branco 2817 - 1603
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Marcio Luis de Souza Alves
(35) 3712-3000
Rua Paraiba 672
Pocos de Caldas, Minas Gerais
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Walter de Abreu
353-7221
R Rio Grande do Sul 659
Pocos de Caldas, Minas Gerais
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dimen Poços de Caldas
(35) 3714-3721
Av. Joao Pinheiro 6180
Pocos de Caldas, Minas Gerais
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Christiano Cerqueira Buettel
(32) 3532-5076
R. Santo Antonio 44
Uba, Minas Gerais
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Sergio Paulo Santos Pinto
323-2497
Rua Edgard Carlos Pereira 600
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Pneumologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Beriliose

A beriliose é uma inflamação pulmonar que resulta da inalação de poeira ou vapores que contêm berílio e está englobada no grupo das doenças laborais (ocupacionais).Antigamente, o berílio era extraído de minas para ser usado em indústrias químicas e na produção de lâmpadas fluorescentes. No dias de hoje, essa substância é especialmente utilizada na indústria aeroespacial. Além dos operários destas fábricas, indivíduos que moram em suas redondezas também podem desenvolver beriliose.A diferença básica da beriliose com outras doenças ocupacionais reside no fato de que os processos pulmonares aparentemente se desenvolvem apenas em indivíduos sensíveis ao berílio, constituindo, aproximadamente, 2% dos indivíduos que estão em contato com esta substância. A afecção pode surgir naqueles que passaram por exposição relativamente curta ao berílio, com sintomatologia que pode demorar de 10 a 20 anos para aparecer.Esta doença pode manifestar-se de duas formas: aguda ou crônica. A primeira surge repentinamente e ocorre devido à exposição intensa ao agente. Dentre as manifestações clínicas estão os acessos de tosse repentinos, dispnéia e perda de peso; pode acometer também olhos e pele, levando ao desenvolvimento de lesões nessa última.A forma crônica da doença é causada devido à prolongada exposição ao berílio e caracteriza-se pelo desenvolvimento de tecido anormal nos pulmões e por linfadenopatia, sendo que o aparecimento da tosse, dispnéia e perda de peso ocorre gradativamente.O diagnóstico é feito constatando-se a presença de alterações patológicas (granuloma), juntamente com a prova de que as mesmas resultaram de uma hipersensibilidade ao berílio. Deste modo, o diagnóstico da beriliose crônica pode ser obtido antes da manifestação da sintomatologia. Ainda não se sabe se o curso natural da beriliose é o mesmo caso a doença seja descoberta antes das manifestações clínicas.A beriliose aguda pode ser fatal. Contudo, de um modo geral, a condição dos pulmões é restabelecida por meio do tratamento adequado. Este, por sua vez, é feito a administração de glicocorticóides, sendo que habitualmente o paciente recupera-se dentre de um período de 7 a 10 dias.Já no caso da beriliose crônica, é comum a ocorrência de insuficiência cardíaca e conseqüente morte, devido ao esforço excessivo que o coração realiza, uma vez que os pulmões encontram-se gravemente afetados. Pode ser feito o uso de corticosteróides, como a prednisona oral; todavia, geralmente não é muito útil.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Beriliosehttp://www.manualmerck.net/?id=64&cn=724http://saude.psicologiananet.com.br/palavra-chave/beriliose