Amigdalite Monteiro PB

Informações sobre Amigdalite em Monteiro. Encontre aqui médicos especialistas, dicas de prevenção, onde fazer diagnóstico e tratamento da Amigdalite e endereços e telefones de hospitais e clínicas em Monteiro.

José Nurisman Cartaxo Lopes
(83) 3351-2020
Rua Nestor Bezerra 131
Monteiro, Paraíba
 
Hospital Municipal de Prata
(83) 3390-1046
Rua Manoel Vieira 177
Prata, Paraíba
 
Hospital Municipal de Prata
(83) 3390-1046
Rua Manoel Vieira
Prata, Paraíba
 
Virgínia Jesus Moreira Costa Moura
(83) 3322-1346
Rua Duque de Caxias 523 - 6 s 602
Campina Grande, Paraíba
 
Lacep Lab e Clin Médica Dr Edson Pereira
(83) 3552-1058
Rua Domingos Leite Silva
São José de Piranhas, Paraíba
 
Clínica Santa Sophia
(83) 3351-2298
Rua Epaminondas Azevedo 33
Monteiro, Paraíba
 
Hospital Santa Filomena
(83) 3351-2204
Rua Epaminondas Azevedo
Monteiro, Paraíba
 
Hospital Dr João Feitosa
(83) 3304-1008
Rua Antônio Ventura Caraciolo
São Sebastião do Umbuzeiro, Paraíba
 
José Nurisman Cartaxo Lopes
(83) 3351-2020
Rua Nestor Bezerra 131
Monteiro, Paraíba
 
Centro Médico de Patos
(83) 3421-3444
Avenida Doutor Pedro Firmino 324
Patos, Paraíba
 

Amigdalite

Amigdalite ou Amidalite é uma doença infecciosa que acomete as amígdalas (órgão de defesa), que estão localizadas próximo a base da língua.Existem três tipos distintos de amigdalite:Aguda: pode ser causada por vírus ou bactéria;Subaguda: esta pode durar de 3 semanas a 3 meses, sendo sua etiologia a bactéria Actinomyces sp.;Crônica: este tipo pode durar muito tempo caso não seja tratada e quase sempre possui etiologia bacteriana.Os sintomas apresentados pelo paciente são: coceira e dor na garganta, dificuldade de deglutir, falta de apetite, tosse irritativa, febre, mal-estar, vermelhidão na garganta, mau hálito, algumas vezes, inchaço dos linfonodos do pescoço e da mandíbula; pode também haver a presença de um exudato purulento.O diagnóstico é feito por um médico através da anamnese onde é identificado vermelhidão ou a presença de placas brancas, linfonodos do pescoço infartados. Amostras de tecido inflamado podem ser coletadas para análise bacteriológica.O tratamento é feito, normalmente, com a combinação de antibióticos nos casos de amigdalite causada por bactéria. É recomendado também o repouso e uma alimentação mais leve, com muito líquido e vitamina C. Os sintomas podem ser minimizados com o uso de analgésicos combinados com antiinflamatórios, gargarejos com água com bicarbonato ou solução com aspirina. Pastilhas e xaropes são recomendados, pois estimulam a secreção salivar e nela estão presentes os anticorpos de defesa do organismo contra agentes infecciosos. Em casos crônicos, pode ser recomendada a retirada cirúrgica das amígdalas.Fontes:http://www.copacabanarunners.net/amidalite.htmlhttp://www.drauziovarella.com.br/Sintomas/328/amidalitehttp://www.saudesaude.com.br/doencas/amidalite.htmhttp://pt.shvoong.com/medicine-and-health/investigative-medicine/259891-amigdalite/